A Cidade dos Rios Invisíveis – Coletivo Estopô Balaio

A CIDADE DOS RIOS INVISÍVEIS, criado pelo Coletivo Estopô Balaio, é o terceiro espetáculo da trilogia desenvolvida junto aos moradores do Jardim Romano, zona leste paulistana. Desta vez, as apresentações ocorrem no trem da CPTM, saindo do Brás, e em uma itinerância pelas ruas do bairro até o rio Tietê.

A CIDADE DOS RIOS INVISÍVEIS é inspirado no livro “As cidades invisíveis”, de Ítalo Calvino. O espetáculo tem como mote um mergulho na história dos bairros que margeiam o trem da linha 12 da CPTM como sendo cidades invisíveis ao olhar do viajante espectador culminando com um percurso pelas ruas da última cidade e única a ser visitada pelo público, o Jardim Romano. A chegada ao bairro dá início a outra fase do espetáculo, quando atores e público percorrerão um roteiro nas ruas do Jardim Romano. Nesse momento, o palco passa a ser os locais nos quais a enchente foi vivenciada pelos moradores, bem como, as casas, ruas, becos que buscam retratar o modo de vida do bairro.

Diversas linguagens compõem a cena de A CIDADE DOS RIOS INVISÍVEIS. Dança de rua, rap, teatro, grafite e poesia coabitam as ruas do Jardim Romano.

Fonte: http://coletivoestopobalaio.com.br/a-cidade-dos-rios-invisiveis

ESTOPO_BALAIO

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para A Cidade dos Rios Invisíveis – Coletivo Estopô Balaio

  1. José Roberto disse:

    Gostaria de ir direto ao local, pois moro perto. è possivel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s